NOVA MODALIDADE: CHAME UM APLICATIVO E ENCONTRE UM SEQUESTRADOR!

– (…) A sensação de insegurança, presente em diversos espaços públicos, chegou ao transporte via aplicativo. As últimas semanas foram marcadas por casos assustadores envolvendo motoristas de Uber. Somente na região metropolitana de Salvador, dois homens foram presos – em episódios diferentes – suspeitos de sequestrar e roubar passageiros, principalmente, mulheres.

Um deles fez pelo menos cinco vítimas e causou um prejuízo de R$ 50 mil. Ainda na Bahia, uma mulher precisou pular do carro em movimento para evitar um estupro por parte do condutor.

Os casos citados, que aconteceram em um período de 10 dias, estão sendo investigados pela polícia, mas não faltam exemplos em diversos estados do Brasil de como bandidos se aproveitam da plataforma para abordar vítimas (…).

 SAIBA MAIS AQUI >>> https://www.uol.com.br/…/crime-sobre-rodas-como…

 CONSIDERAÇÕES – Só quem já passou por isso, pode falar sobre o quão torturante, do ponto de vista psicológico, é a situação aterrorizante de um sequestro.

São exemplos abomináveis, como nestes casos, que nos fazem cada vez mais ter a convicção de que estamos no caminho certo ao denunciar um sistema que vem se mostrando, dia após dia, como enormemente prejudicial à sociedade brasileira.

Por isso a importância de uma nova regulamentação (a nível federal), que traga uma série de exigências na verificação de motoristas (com cadastro aberto), incluindo a de antecedentes criminais, veículos vistoriados e fiscalizados e a responsabilização civil por parte da empresa.

E que a justiça compreenda, de uma vez por todas, as consequências de suas decisões que proferem total liberdade à atuação das empresas de aplicativos nas cidades e o reflexo da falta de fiscalização sobre motoristas e veículos.

Assessoria Adilson Amadeu

Deixe uma resposta