SAIU NA MÍDIA

A primeira reunião ordinária da CPI dos Apps ganhou destaque no portal Diário do Transito.

(…) Dentre os objetivos da Comissão está o de investigar os contratos das empresas por aplicativo que atuam no transporte particular de passageiros individual remunerado na cidade de São Paulo.

O presidente da comissão, vereador Adílson Amadeu (DEM), quer analisar o recolhimento dos impostos municipais pela 99 e Uber após a mudança das sedes das companhias para Osasco, o que ele reputa ser uma “irregularidade”.

A CPI tem na mira das apurações os impactos que os aplicativos têm provocado no transporte coletivo de massa, como a forte perda de passageiros.

Outro assunto é a situação trabalhista dos colaboradores. Com a retomada dos trabalhos, o presidente Adilson Amadeu afirmou que pretende realizar os depoimentos de maneira presencial na Câmara (…).

Saiba mais clicando aqui

Assessoria Adilson Amadeu

Deixe uma resposta