Debate importante sobre o futuro do Transporte Público

(…) Sem financiamento extra e com a perspectiva de perder passageiros no longo prazo, o transporte público, com uma função social, está ameaçado.

Segundo a associação, a demanda cai gradualmente nas últimas décadas e despencou 25% de 2013 a 2018 por uma série de fatores, como congestionamentos, falta de investimento em infraestrutura, redução da velocidade média (de 25 km/h para 13 km/h) e perda de passageiros para o transporte por aplicativo, afirma Otávio Cunha, presidente da NTU (…).

A DESREGULAMENTAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSPORTES – Venho há seis anos alertando e o caos a cada vez mais se aproxima em nossa cidade. Grandes metrópoles ao redor do mundo já discutem as consequências do uso desregulamentado do transporte por aplicativos. E o fato, que começa a ficar mais claro para todos os especialistas em mobilidade urbana, é que não há livre mercado que resista ao saturamento de profissionais e de um modelo que, a cada dia, demonstra sinais claros de esgotamento. A pandemia de coronavírus acelerou este processo.

Parte desse cenário foi revelado no mais recente estudo divulgado em um levantamento produzido pela Associação Nacional de Transporte Público – ANTP. Entre os efeitos destacados estão o aumento dos congestionamentos, da emissão de poluentes, dos acidentes e até da tarifa dos ônibus (ou da necessidade de elevar o subsídio, bancado pelos impostos).

Saiba mais clicando aqui

Assessoria Adilson Amadeu

Deixe uma resposta