Auxílio emergencial: Bolsonaro sanciona com vetos lei que amplia beneficiários

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos o projeto aprovado pelo Congresso Nacional que amplia os beneficiários do #auxílio #emergencial de R$ 600 pelo período de três meses. A sanção foi publicada na edição desta sexta-feira (15) do “Diário Oficial da União”.

O presidente, no entanto, #vetou a ampliação do benefício para profissionais informais que não estão inscritos no Cadastro Único. O Congresso Nacional especificava profissões que estariam aptas a receber os R$ 600 do governo, como caminhoneiros, taxistas, vendedores porta a porta, ambulantes de praia, entre outras profissões.

👉👉👉#CONSIDERAÇÕES – Como a lei aprovada no Congresso foi sancionada com vetos, o Projeto agora retorna à Câmara dos Deputados e ao Sendao que irão apreciar se mantém ou não os vetos do presidente.

Vale ressaltar que este é o projeto que excluía os filtros para recebimento do auxílio emergencial para trabalhadores informais e autônomos (como no caso dos rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, no ano de 2018).

Para taxistas e demais trabalhadores que já foram aprovados e receberam a primeira parcela, o auxílio continua valendo.

Ontem, a Caixa Econômica Federal também informou que dará uma resposta sobre os pedidos que ainda constam como #EM #ANÁLISE no sistema.

#VetaoVeto #AuxílioEmergencial #CongressoNaciona #QuemTemFome #TemPressa

#SAIBA #MAIS #AQUI >>> https://g1.globo.com/…/auxilio-emergencial-bolsonaro-sancio…

assessoria

Deixe uma resposta