Projeto contra pichação é aprovado em 1ª discussão

Os vereadores paulistanos aprovaram nesta sexta-feira, 10, em primeira discussão, o projeto base da lei antipichação que o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), quer implantar na cidade. Agora, o texto será alterado por um substitutivo do governo que prevê multa de R$ 5 mil para quem for flagrado pichando na capital e deve ser votado na próxima terça-feira.

A ideia, segundo o presidente da Câmara Municipal, Milton Leite (DEM), é incluir no mesmo projeto medidas que restrinjam a venda de de tintas spray na cidade, conforme o prefeito defendeu nesta sexta-feira. A proposta aprovada em primeira votação com 37 votos a favor e 3 contra (a bancada do PT não quis votar), foi apresentada em 2005 pelo vereador Adilson Amadeu (PTB) e prevê apenas a criação do “Disque-Pichação”, uma central telefônica para receber denúncias contra atos de pichadores na capital.

assessoria

Deixe uma resposta